Quem escreveu o livro Macunaíma? Descubra!

Hoje vamos abordar um tema que vai além das páginas de um livro e entra na seara da cultura brasileira. 

55% OFF
Macunaíma
  • Livro
  • Andrade, Mario de (Author)
  • 192 Pages - 10/04/2019 (Publication Date) - Editora Lafonte (Publisher)

Estamos falando de Macunaíma, um livro que marcou época e continua sendo discutido nos dias de hoje. 

Mas quem está por trás dessa obra-prima? É isso o que iremos descobrir a seguir!

Quem é o autor de Macunaíma? 

O autor é nada mais, nada menos que Mário de Andrade, uma das mentes mais criativas da literatura brasileira. 

Nascido em São Paulo, em 1893, ele foi um dos protagonistas da Semana de Arte Moderna de 1922, um evento que virou o jogo no cenário artístico nacional. 

Sim, estamos falando de alguém que foi além de suas palavras e ajudou a redefinir os parâmetros estéticos de uma nação inteira.

Perguntas Frequentes

O que fala no livro Macunaíma?

O livro Macunaíma é uma rapsódia que aborda as aventuras do herói de “caráter nenhum” pelo Brasil. 

Ele explora elementos do folclore, mitologia e cultura brasileira, misturando realismo e fantasia em uma narrativa não linear.

O que o personagem Macunaíma representa?

Macunaíma representa o anti-herói brasileiro, uma figura complexa que incorpora tanto traços admiráveis quanto falhas. 

Ele é um espelho das contradições culturais e sociais do Brasil, uma espécie de arquétipo nacional.

Qual foi o propósito de Mário de Andrade ao escrever Macunaíma?

Mário de Andrade tinha como propósito criar uma obra que refletisse a diversidade cultural e social do Brasil. Ele usou o personagem e a narrativa para criticar e, ao mesmo tempo, celebrar a identidade nacional.

Qual a moral da história de Macunaíma?

A moral da história é ambígua. Macunaíma não é nem totalmente bom nem totalmente mau. Ele encarna a complexidade e a pluralidade do Brasil, questionando noções simplistas de moralidade e identidade nacional.

Conclusão

Se você procura uma narrativa linear e personagens unidimensionais, esqueça. Mário de Andrade quebra todas as regras, misturando realismo e fantasia, num claro exemplo de como a literatura pode ser uma forma de resistência cultural.

Portanto, se você ainda não leu Macunaíma, tá esperando o quê? Além de mergulhar em uma história única, você estará em contato direto com uma das mentes mais brilhantes que o Brasil já teve. E acredite: vale cada página.

COMEÇOU A BOOK FRIDAY! ATÉ 80% OFF EM LIVROS E BOOKS. 16 A 20/05!

X