TOP 26 Livros Clássicos para Iniciantes! Leia Antes de Morrer.

Os livros clássicos são obras literárias que, por seu valor histórico, cultural ou literário, são consideradas importantes e influentes.

Eles podem ser de qualquer gênero, como romance, conto, poesia, teatro ou não ficção.

Para quem está começando a ler clássicos, é importante escolher obras que sejam acessíveis e envolventes.

Alguns critérios a serem considerados são:

Tamanho:

Livros curtos ou com uma narrativa linear são mais fáceis de ler e compreender.

Linguagem:

Obras com linguagem simples e direta são mais fáceis de entender.

Temas:

Obras que abordam temas familiares ou atuais são mais fáceis de se identificar.

Aqui estão algumas sugestões de livros clássicos para iniciantes:

Romances:

Orgulho e Preconceito, de Jane Austen

Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen, é uma obra de literatura clássica que mergulha os leitores em uma intrigante sociedade do século XIX, repleta de personagens cativantes e uma narrativa que aborda questões atemporais de preconceito, amor e classe social. O romance de Austen é uma leitura essencial para aqueles que apreciam a complexidade dos relacionamentos humanos e a busca por um verdadeiro amor.

A Metamorfose, de Franz Kafka

“A Metamorfose”, de Franz Kafka, é um mergulho profundo no surrealismo literário, explorando a alienação e a transformação de um homem em um inseto. Esta obra perturbadora desafia a compreensão convencional da realidade e da identidade, incitando reflexões sobre a natureza humana, a sociedade e a solidão. Uma leitura essencial para quem busca experiências literárias que desafiem os limites da imaginação.

Jane Eyre, de Charlotte Brontë

“Jane Eyre”, de Charlotte Brontë, é uma obra-prima do romance gótico vitoriano que narra a vida da heroína homônima em busca de amor e independência. Com personagens inesquecíveis, uma atmosfera sombria e uma protagonista forte, o livro de Brontë envolve os leitores em um conto emocionalmente rico de superação e romance, que permanece relevante e comovente até os dias de hoje.

O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë

“O Morro dos Ventos Uivantes”, de Emily Brontë, é uma narrativa intensa e apaixonada que mergulha na complexidade dos sentimentos humanos, vingança e paixão. Ambientado na desolada paisagem dos montes do norte da Inglaterra, este romance transcendental de Emily Brontë explora os limites da obsessão e do amor, prendendo os leitores em uma trama envolvente e emocionalmente avassaladora.

O Grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald

“O Grande Gatsby”, de F. Scott Fitzgerald, é uma obra-prima da literatura americana do século XX que oferece um retrato brilhante e crítico da era do jazz e da busca implacável pelo sonho americano. Com personagens decadentes e festas luxuosas, Fitzgerald nos leva a uma jornada emocionante e trágica, explorando temas de riqueza, decadência e aspirações humanas. Este livro é uma leitura essencial para quem procura compreender a psicologia da América da era do jazz.

Contos:

Contos de Edgar Allan Poe

Contos de Edgar Allan Poe” são uma viagem inquietante ao mundo da escuridão e do mistério, onde Poe usa sua maestria na narrativa curta para explorar temas de terror psicológico, morte e insanidade. Se você busca histórias que o farão arrepiar e pensar profundamente, este é o livro para você.

Contos de Franz Kafka

“Contos de Franz Kafka” são uma exploração única e perturbadora das complexidades da existência humana, apresentando narrativas surrealistas e angustiantes que nos fazem questionar a natureza da realidade e do absurdo da vida cotidiana. Para uma experiência literária que desafia as convenções e provoca reflexões profundas, não deixe de ler este livro.

Contos de Machado de Assis

Contos de Machado de Assis” são um tesouro da literatura brasileira que oferece uma mistura de sátira, humor e ironia afiada. As histórias deste mestre da prosa brasileira são uma deliciosa exploração das complexidades da sociedade e da natureza humana, garantindo risadas e reflexões.

Contos de Clarice Lispector

Contos de Clarice Lispector” são uma jornada emocional profunda que mergulha nas complexidades da mente humana e na busca pela identidade. Lispector utiliza uma prosa lírica e introspectiva para explorar temas de solidão, introspecção e existencialismo. Para uma leitura que toca a alma, não procure mais.

Contos de Guimarães Rosa

“Contos de Guimarães Rosa” são um mergulho na riqueza da cultura brasileira, com histórias que exploram o sertão, a oralidade e a mágica da linguagem. Com sua escrita inovadora e personagens cativantes, este livro oferece uma experiência literária única que irá encantar e surpreender os leitores.

Poesia:

Sonetos de Shakespeare

“Sonetos de Shakespeare” são um testemunho intemporal do poder da língua inglesa e da profundidade das emoções humanas. Com sua beleza lírica e temas universais de amor, paixão e mortalidade, esses sonetos são uma celebração da expressão poética e uma leitura obrigatória para os amantes da poesia.

Poemas de Fernando Pessoa

“Poemas de Fernando Pessoa” são uma exploração profunda e multifacetada da identidade e da existência humana, com Pessoa criando uma variedade de heterônimos para expressar diferentes perspectivas e emoções. Sua poesia é uma jornada intrigante através das complexidades da mente e da alma.

Poemas de Vinicius de Moraes

“Poemas de Vinicius de Moraes” são uma celebração do amor e da sensualidade, com versos que evocam paixão e melancolia. A poesia de Vinicius é uma experiência sensorial que toca o coração e a alma, transportando os leitores para um mundo de romance e emoção.

Poemas de Carlos Drummond de Andrade

“Poemas de Carlos Drummond de Andrade” são um retrato sincero e introspectivo da condição humana, explorando temas como a solidão, o tempo e a efemeridade da vida. Sua poesia é uma reflexão profunda sobre a existência e a complexidade das emoções humanas.

Poemas de Clarice Lispector

“Poemas de Clarice Lispector” são uma jornada poética única, que combina a introspecção filosófica com a exploração da identidade e da experiência feminina. Lispector cria uma atmosfera intrigante com sua prosa poética, convidando os leitores a contemplar a profundidade das emoções humanas de uma maneira única.

Teatro:

Romeu e Julieta, de William Shakespeare

“Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, é uma obra-prima atemporal que explora o poder do amor e da tragédia. Esta peça envolvente nos leva a um mundo de rivalidades familiares e paixões avassaladoras, tocando os corações de gerações com sua história emocionante e personagens icônicos.

O Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente

“O Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, é uma comédia satírica que oferece uma sátira social e religiosa afiada da sociedade portuguesa do século XVI. Com personagens alegóricos e um humor mordaz, esta peça continua a ser relevante e divertida, lembr

A Tragédia do Rei Lear, de William Shakespeare

“A Tragédia do Rei Lear”, de William Shakespeare, é uma obra-prima shakespeariana que explora temas de poder, loucura e redenção. Com sua narrativa intensa e personagens complexos, esta peça é uma experiência teatral profundamente emocional e impactante.

A Farsa de Inês Pereira, de Gil Vicente

“A Farsa de Inês Pereira”, de Gil Vicente, é uma comédia clássica que oferece um olhar irônico sobre a busca por um casamento vantajoso no Portugal do século XVI. Com diálogos hilariantes e personagens excêntricos, esta peça é uma leitura leve e divertida que ainda faz rir o público hoje.

O Rei Lear, de William Shakespeare

“O Rei Lear”, de William Shakespeare, é uma tragédia épica que explora temas de poder, traição e a natureza humana. Com sua narrativa emocionalmente carregada e personagens memoráveis, esta peça é uma experiência teatral inesquecível que nos faz refletir sobre a complexidade da condição humana.

Não ficção:

As Aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain

“As Aventuras de Huckleberry Finn”, de Mark Twain, é um clássico americano que oferece uma visão crítica da escravidão e da sociedade do século XIX através dos olhos de um jovem aventureiro. Este livro é uma leitura essencial para quem busca compreender a história dos Estados Unidos e as questões de justiça social.

A Divina Comédia, de Dante Alighieri

“A Divina Comédia”, de Dante Alighieri, é uma obra-prima da literatura mundial que leva os leitores em uma jornada épica através do Inferno, Purgatório e Paraíso. Com sua riqueza simbólica e reflexões profundas sobre o destino humano, este poema épico é uma exploração fascinante da vida após a morte e da condição humana.

Siddhartha, de Hermann Hesse

Siddhartha”, de Hermann Hesse, é uma exploração profunda da busca espiritual e da iluminação pessoal, seguindo a jornada de um homem em busca do significado da vida. Com sua escrita contemplativa e filosófica, este livro oferece uma perspectiva inspiradora sobre a busca interior.

O Alquimista, de Paulo Coelho

O Alquimista”, de Paulo Coelho, é um best-seller internacional que narra a jornada de um pastor em busca de seus sonhos e do seu destino pessoal. Com sua narrativa cativante e mensagens inspiradoras sobre perseverança e autodescoberta, este livro é uma leitura motivadora para aqueles que buscam realizar seus objetivos.

A História da Pi, de Yann Martel

“A História da Pi”, de Yann Martel, é uma narrativa imaginativa e emocionante que acompanha a jornada extraordinária de um jovem indiano perdido no oceano com um tigre de Bengala. Este livro é uma experiência literária única que mescla aventura, reflexão filosófica e beleza narrativa, proporcionando uma leitura envolvente e inesquecível.

Aqui estão algumas dicas para ler clássicos:

Comece devagar:

Não tente ler um clássico inteiro de uma vez. Comece com um capítulo ou uma parte e, depois, avance aos poucos.

Pesquise sobre o autor e a obra:

Ler sobre o contexto histórico e cultural em que a obra foi escrita pode ajudar a entender melhor a história e os personagens.

Não tenha medo de pedir ajuda

: Se você não entender algo, não tenha vergonha de pedir ajuda a um amigo, familiar ou professor.

Com um pouco de esforço e dedicação, você vai descobrir que os clássicos são obras ricas e fascinantes que podem proporcionar uma experiência de leitura única.

Perguntas Frequentes

Quais clássicos ler primeiro?

A escolha dos clássicos a serem lidos primeiro depende dos seus interesses pessoais e do gênero literário que mais lhe atrai. Alguns clássicos populares para começar podem incluir “Romeu e Julieta” de William Shakespeare, “Orgulho e Preconceito” de Jane Austen, ou “A Metamorfose” de Franz Kafka. Recomenda-se começar com um clássico que lhe pareça mais atraente para mergulhar no mundo da literatura clássica.

Qual o melhor livro para iniciar leitura?

O “melhor” livro para começar a leitura de clássicos varia de pessoa para pessoa, pois depende dos seus gostos pessoais. No entanto, muitos leitores iniciantes encontram sucesso com obras mais acessíveis e cativantes, como “Orgulho e Preconceito” de Jane Austen ou “O Alquimista” de Paulo Coelho. Essas obras costumam ser envolventes e fáceis de ler, o que pode ser uma ótima maneira de começar a explorar a literatura clássica.

MAIS VENDIDO ETICA
12 Regras Para a Vida: Um Antídoto Para o Caos
PPOTENCIALIZE SUA MENTE
O poder do subconsciente
PARE DE CULPAR OS OUTROS
O poder da ação
DIMINUA A SUA ANSIEDADE
Ansiedade: Como enfrentar o mal do século
12 Regras Para a Vida: Um Antídoto Para o Caos
O poder do subconsciente
O poder da ação
Ansiedade: Como enfrentar o mal do século
MAIS VENDIDO ETICA
12 Regras Para a Vida: Um Antídoto Para o Caos
12 Regras Para a Vida: Um Antídoto Para o Caos
PPOTENCIALIZE SUA MENTE
O poder do subconsciente
O poder do subconsciente
PARE DE CULPAR OS OUTROS
O poder da ação
O poder da ação
DIMINUA A SUA ANSIEDADE
Ansiedade: Como enfrentar o mal do século
Ansiedade: Como enfrentar o mal do século

Quais livros clássicos ler?

A escolha dos livros clássicos a serem lidos depende de interesses pessoais e nível de conhecimento. Se você gosta de romances, pode começar por Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, ou A Metamorfose, de Franz Kafka. Se você gosta de contos, pode começar por Contos de Edgar Allan Poe ou Contos de Machado de Assis. Se você gosta de poesia, pode começar por Sonetos de Shakespeare ou Poemas de Fernando Pessoa. Se você gosta de teatro, pode começar por Romeu e Julieta, de William Shakespeare, ou O Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. Se você gosta de não ficção, pode começar por As Aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain, ou A Divina Comédia, de Dante Alighieri.

Como começar a ler os clássicos?

Aqui estão algumas dicas para começar a ler os clássicos:

  • Comece devagar: Não tente ler um clássico inteiro de uma vez. Comece com um capítulo ou uma parte e, depois, avance aos poucos.
  • Pesquise sobre o autor e a obra: Ler sobre o contexto histórico e cultural em que a obra foi escrita pode ajudar a entender melhor a história e os personagens.
  • Não tenha medo de pedir ajuda: Se você não entender algo, não tenha vergonha de pedir ajuda a um amigo, familiar ou professor.

Com um pouco de esforço e dedicação, você vai descobrir que os clássicos são obras ricas e fascinantes que podem proporcionar uma experiência de leitura única.

Conclusão

Em conclusão, a leitura de clássicos literários é uma jornada intelectual enriquecedora que nos permite explorar uma rica herança cultural e expandir nossos horizontes literários. Ao escolher quais clássicos ler, é importante considerar seus interesses pessoais e preferências, bem como dedicar tempo e esforço para mergulhar profundamente nas obras.

Começar a ler clássicos pode parecer desafiador, mas com determinação e orientação adequada, você pode descobrir o prazer de explorar as complexidades da condição humana, a riqueza da linguagem e as reflexões universais que essas obras têm a oferecer.

A literatura clássica não só enriquece nossa compreensão do mundo, mas também nos conecta com a tradição literária global, deixando um impacto duradouro em nossas vidas. Portanto, embarque nessa jornada literária e deixe-se encantar pelos clássicos que moldaram a história da literatura.